Dez Escolas Municipais recebem projeto Constituição em miúdos

53

A Secretaria Municipal de Educação firmou parceria com a Câmara Municipal para o desenvolvimento do Projeto Constituição em Miúdos, com a participação de dez escolas da Rede Municipal.  Na última sexta-feira, dia 9, foram realizadas as primeiras palestras e discussões sobre o Projeto, cujo objetivo é levar a Constituição Federal de 1988 para dentro das salas de aula.

A base do estudo é o livro “Constituição em Miúdos”, de autoria da servidora pública Madu Macedo, de Pouso Alegre (MG). Nessa obra, a autora explica a Constituição em forma de diálogos dirigidos ao público adolescente.

Professora Maria da Conceição, representando a Diretoria de Ensino Urbano da SEMED, revelou que a iniciativa encantou a todos na Secretaria de Educação, haja vista a importância do estudo das leis no ambiente escolar, possibilitando assim, o entendimento do público estudantil acerca dos direitos e deveres constitucionais. Conceição observou ainda, que a linguagem da obra Constituição em Miúdos é jovem e adequada aos adolescentes.

Professor Pedro Chaves, Coordenador da equipe de Formação da SEMED, informou que as escolas irão trabalhar a Constituição como tema transversal. “Às vezes, os alunos terminam o Ensino Médio e desconhecem as atividades inerentes ao Poder Legislativo de seu Município”. Pedro Chaves destacou que toda a comunidade precisa conhecer o Legislativo e entender as leis que regem a sociedade organizada, e que, futuramente, o Projeto Constituição em Miúdos deverá contemplar todas as escolas da Rede Municipal.

Segundo Gabriela Silva, Diretora da Elmar, trata-se de um Projeto Piloto com 10 escolas do município, para turmas do 6º ao 9º ano. “É importante conhecer a Constituição porque ela é que serve de base para todas as leis e ordenamentos que os alunos vão seguir ao longo da vida”, disse ela.

Por ser uma leitura muito complexa, que proporciona várias interpretações, a autora do livro Constituição em Miúdos, Madu Macedo, procurou transmiti-la em linguagem mais simples. “Ficou muito boa, vocês vão poder observar”, disse Gabriela aos Professores e estudantes que compareceram ao lançamento. Ela explicou os passos seguintes do projeto, que vai iniciar com palestras proferidas nas escolas, envolvendo não só os alunos, mas também pais e Professores.

Vários Vereadores se pronunciaram sobre o programa, entre eles, o presidente da Câmara Municipal, Pedro Corrêa Lima, que falou da importância de se conhecer a Lei Maior do País, para que cada um saiba quais os seus direitos e deveres. Na oportunidade, Pedro anunciou que vai apresentar projeto de lei propondo que a Constituição Federal seja incluída na grade curricular das escolas do Município.

O também Vereador Marcelo Alves dos Santos (PT), Presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Marabá, comemorou aquele momento, afirmando que se trata de um dos mais importantes projetos que já passou pela Casa. Afirmou que, levado às escolas, vai ajudar a formar cidadãos de bem e levá-los a conhecer seus diretos, deveres e também conhecer as atribuições dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário.

As primeiras 10 escolas beneficiadas com o Projeto, selecionadas pela Semed, são: Irmã Theodora, Josineide Tavares, Geraldo Veloso, Salomé Carvalho, Paulo Freire, São Félix, Pedro Peres Fontenelle, Deuzuita Melo de Albuquerque, Martinho Mota da Silveira e Judith Gomes Leitão.

As escolas irão receber, inicialmente, 2 mil exemplares do livro “Constituição em Miúdos”, cuja impressão foi viabilizada pelos Senadores Paraenses, Paulo Rocha (PT) e Flexa Ribeiro (PSDB). “Espero que todos estejam envolvidos nesse projeto, porque ele só vai acontecer se professores e alunos abraçarem a causa”, rematou Gabriela.

Quer deixar um comentário, preencha o formulário abaixo!

Please enter your comment!
Digite seu nome aqui