Dia D da Família na Escola será antecedido por blitze no trânsito nesta sexta-feira

4

No próximo sábado, dia 12 de maio, todas as escolas municipais vão receber familiares dos estudantes para uma celebração das metas alcançadas e, ao mesmo tempo, discutir como aprimorar a aprendizagem dos 55 mil estudantes da rede municipal.

E para mobilizar e garantir a participação dos pais neste evento, a SEMED (Secretaria Municipal de Educação) dividiu seu corpo técnico em seis equipes, que vão realizar panfletagem e adesivar veículos como lembrete desse encontro importante. “As blitze vão ocorrer em pontos estratégicos da cidade, com grupos de educadores com camisetas do Dia D, de 7 às 9 da manhã. Queremos chamar a atenção da comunidade, mostrando que a Educação não é responsabilidade apenas dos profissionais da educação, mas um compromisso de toda a sociedade. “Quase todos os condutores são pais de alunos ou já foram e queremos a contribuição de todos, deixando o recado de que as famílias precisam participar da vida escolar das crianças e jovens”, explica o diretor de Ensino Urbano da SEMED, Prof. Fábio Rogério Rodrigues Gomes.

Ele ressalta que o Dia D da Família na Escola será mais que uma celebração, e que objetiva apresentar aos pais uma proposta de escola protagonista. “Não orientamos os diretores sobre temas para trabalharem neste dia especial. A afetividade é um elemento importante para receber bem as famílias dos alunos, mas o foco norteador para as ações de cada instituição de ensino em 2018 precisa ser o protagonismo”.

E uma escola com essas características, segundo o Prof. Fábio Rogério, inova em conteúdo, método e gestão, com o objetivo de desenvolver plenamente as potencialidades e descobertas de crianças e jovens, para que eles se tornem cidadãos autônomos, solidários e competentes.

Com isso, no diálogo com os pais e responsáveis pelos estudantes, cada escola vai apresentar suas necessidades específicas, levantando as questões que gostaria de alinhar com sua comunidade. “Não decidimos o horário. As escolas têm de 7h30 da manhã de sábado até 18 horas para realizar suas atividades. Alguns diretores nos informaram que vão começar a programação às 16 horas para estender até o início da noite porque perceberam que a comunidade tem mais possibilidade de participação a partir desse horário”, explica Fábio Rogério.

A SEMED também orientou os diretores e coordenadores pedagógicos para que não haja foco assistencialista no Dia D da Família na Escola, porque o principal objetivo é criar a identidade entre as duas instituições, formando uma parceria imprescindível para que consigam resolver os problemas existentes nos espaços escolares e, assim, o ensino e aprendizagem ocorram de forma satisfatória.

Texto: Ulisses Pompeu

Quer deixar um comentário, preencha o formulário abaixo!

Please enter your comment!
Digite seu nome aqui