PNAIC realiza seminário para discutir alfabetização em Marabá

65

Na manhã desta quinta-feira, 14, a Secretaria Municipal de Educação realizou o 5º Seminário pela Alfabetização na Idade Certa, com foco das Linguagens na Alfabetização.

O evento ocorreu no auditório da Faculdade Metropolitana e contou com a participação de mais de 400 educadores da rede municipal de que atuam com alfabetização.

Luciano Dias destaca o papel dos alfabetizadores

O secretário municipal de Educação, Luciano Poes Dias, disse que estava convicto de que a parcela dos professores que é mais relevante para a educação de Marabá estava presente ao evento do PNAIC. “A educação é um processo, e se não aprendemos desde a base, seremos pessoas sem conhecimento adequado, seres humanos mal educados e pessoas sem capacidade de desempenhar funções como vocês fazem. Apostar no pacto pela aprendizagem é fundamental e o PNAIC nasceu disso, de uma avaliação do MEC em 2010, que entendeu que havia necessidade de fortalecer um ensino de base, com letramento”.

Luciano observa que, passados sete anos desde a criação do PNAIC, ainda é preciso reforçar a ideia do pacto porque ainda é necessário aprimorar o trabalho. “A consciência individual e coletiva para melhorar a educação em nossas escolas nos orgulha. Precisamos entregar alunos no ensino médio com condições de enfrentar o ENEM com conhecimento e maturidade.

O secretário reconhece que é difícil construir educação de qualidade com as dificuldades que existem, mas também pondera que o esforço dos educadores sobrepuja as barreira existentes. “Nós levamos para a cama a preocupação pelo trabalho a desempenhar no dia seguinte”.

Luciano Dias pondera que a educação não é feita só de números, mas de pessoas e as crianças, literalmente, são o futuro do Brasil. “As pessoas que estão estudando aqui serão cidadãs do mundo e, por isso, apelo a todos para que a cada dia possa desempenhar um trabalho melhor e mais consciente”.

Lucileia Alves dos Santos Silva, coordenadora local do PNAIC, disse que o grupo de educadores que atua com alfabetização das crianças vai ganhar um reforço através de um trabalho colaborativo, uma vez que o PNAIC 2017/2018 vai receber a demanda a equipe da Educação Infantil e ainda o Novo Mais Educação. “Vamos garantir que a meta 5 seja, de fato, alcançada, alfabetizando todos os alunos até os oito anos de idade”.

A coordenadora do PNAIC reconhece que houve avanços no IDEB a partir da implantação do programa, embora não seja ainda o almejado. Sempre queremos mais, e tenho certeza que em 2018 vamos alcançar nossos objetivos projetados”.

A diretora de Ensino Urbano da Semed, Cristina do Socorro Arcanjo da Silva, vê nos professora da alfabetização um exército de profissionais engajados com a educação de crianças. “Quando nos deparamos com as discussões na Secretaria de Educação, vimos que há um sonho em comum da nossa equipe, que é a instalação de um núcleo de alfabetização no município. E já estamos trabalhando nele com apoio do secretário de Educação. A perspectiva é que possamos valorizar ainda mais o trabalho realizado em prol da alfabetização. Vamos registrar e resgatar as boas experiências”, disse.

Cristina Arcanjo diz que a ideia deste núcleo será investir em experiências e pesquisas que visam a fortalecer a alfabetização na rede municipal. “Ao final do pacto, o município de Marabá precisa apresentar uma proposta de alfabetização própria, com base em suas pesquisas e necessidades”.

Quer deixar um comentário, preencha o formulário abaixo!

Please enter your comment!
Digite seu nome aqui