SEMED faz revisão do plano de ações articuladas

60

Esta semana, uma equipe técnica da Semed (Secretaria Municipal de Educação) faz avaliação do PAR (Plano de Ações Articuladas), considerada uma ferramenta de gestão que ajuda a estruturar o planejamento do município para o quadriênio 2017-2020.

Quando bem elaborado e colocado em prática, o PAR dá cumprimento às metas de qualidade estabelecidas para a Educação Básica pública e às estratégias de apoio técnico e financeiro voltadas à melhoria da gestão educacional, à formação de professores e profissionais de serviços e apoio escolar, à ampliação e ao desenvolvimento de recursos pedagógicos e à melhoria e expansão da infraestrutura física da rede escolar.

Segundo o secretário adjunto de Educação, Orlando Lima Morais, o diagnóstico minucioso visa a identificar a realidade educacional local para, em seguida, desenvolver um conjunto coerente de ações que melhorem a realidade da educação no município.

O diagnóstico foi feito na gestão anterior e agora ele está sendo revisado, de acordo com os parâmetros da nova administração municipal, estabelecendo diretrizes de acordo com o que foi observado nos últimos seis meses. “Estamos avaliando onde será necessário construir escolas, principalmente no campo, além de adequações de acessibilidade nas escolas da zona urbana”, explica Orlando.

A equipe técnica analisou também que, em dez anos de existência do PAR, o município avançou muito pouco em relação às propostas iniciais de acessibilidade, quantidade de escolas e salas de leitura, por exemplo. “Temos um grande desafio ao olhar para os dados reais e elaborar um planejamento que corresponda aos dados e que ele seja cumprido de fato, sem mascarar a realidade”.

Morais explica que o MEC estabelece critérios técnicos para implantação do PAR, mas nem sempre os municípios têm condições de acompanhar essas diretrizes. “Mesmo assim, temos de correr para ampliar a rede física no campo e melhoria do transporte escolar”, diz Orlando.

Participam da revisão do PAR em Marabá, representantes das diretorias de Ensino Urbano, Ensino do Campo, Infraestrutura, além do Gabinete do secretário municipal de Educação e a coordenadora do Programa de Ações Articuladas, professora Maria de Nazaré Silva e Silva.

Quer deixar um comentário, preencha o formulário abaixo!

Please enter your comment!
Digite seu nome aqui